BLOGS

Quando e como utilizar a retrolavagem dos seus filtros?

15 out 2020

Por: Equipe Hidrosolo

Postado em: Irrigação

Realizar a retrolavagem dos seus filtros com a devida frequência e de maneira correta garante a eficiência do seu sistema de filtragem, proporcionando economia e manutenção da qualidade da água. Trata-se de uma medida preventiva para que não ocorra transpasse do material a ser removido pela filtração.

É um processo simples, que consiste na limpeza do leito filtrante através da inserção de uma corrente contrafluxo ao sentido normal de filtração. Ela deve ser adotada em qualquer filtro projetado para utilização com água em que o leito filtrante necessite ser limpo dado o término da carreira de filtração. Filtros de areia, de carvão ativado, zeólitos, de tela, são exemplos de filtros que devem passar pelo processo de retrolavagem.

Filtros que não são retrolavados periodicamente não são eficazes na remoção dos contaminantes e sólidos, pois seu leito já está saturado. Há também o risco de rompimento de telas, colmatação da areia, formação de caminhos preferenciais e de bolas de lodo, a depender do leito filtrante.

Quando realizar a retrolavagem dos seus filtros?

A retrolavagem dos filtros deve ser realizada sempre que for registrada uma perda de carga (diferença de pressão) pré-fixada, ou ainda quando se chega ao tempo estabelecido para a carreira de filtração. Dessa maneira, a qualidade da água bruta é que irá definir a periodicidade de retrolavagem nos filtros.

Como realizar a retrolavagem dos seus filtros?

O processo de retrolavagem é simples, mas deve ser conduzido seguindo certos requisitos para que garanta a limpeza eficiente do leito.

Fluxo Ascendente - Caso o filtro seja de fluxo ascendente, deverá ser realizada a descarga de fundo do filtro durante tempo suficiente para a limpeza da base do leito. Na sequência realiza-se a lavagem ascendente, com aplicação de taxa suficiente para expandir a camada superior de areia por determinado tempo. A duração de cada etapa pode ser definida com a observação da diminuição da turbidez da água de lavagem do filtro.

Fluxo Descendente - Para os filtros de fluxo descendente, a retrolavagem será iniciada ao ser inserida uma vazão em contrafluxo à filtração. Esta vazão deverá ser definida de acordo com as recomendações do fornecedor com relação à taxa, que está associada à granulometria do leito, para que ocorra a expansão mínima recomendada. Sua duração também pode ser definida por meio da observação da turbidez da água de descarte.

A importância da Automação da Retrolavagem

A possibilidade de automatização da retrolavagem dos filtros de areia garante um incremento na segurança e eficiência de filtração. Por exemplo, se a automação for baseada na diferença de pressão entre a entrada e saída do filtro, quando o valor pré-estabelecido é atingido, o pressostato envia um sinal eletrônico ao quadro de comando indicando que deverá ser iniciada a retrolavagem. Desta forma, problemas como retrolavagens desnecessárias ou em demasia passam a ser inexistentes.

A Hidro Solo possui um sistema de automação da retrolavagem que atua em filtros pressurizados (quadro de comando PLUVITRON), com a possibilidade de automatizar desde um único filtro até uma série de filtros utilizando o mesmo controlador.

Conheça detalhes do Quadro de Comando PLUVITRON aqui em nosso site ou fale com um dos nossos especialistas.

Hidro Solo

Equipe Hidro Solo

A Hidro Solo é especializada em soluções para tratamento de aguá e irrigação, abrangendo produtos
para pequenas, médias e grandes empresas.

CLIENTES

Atendimento via Whatsapp